10 de jun de 2016

Street Fighter V - Modo História

Quero na minha parede

Finalmente chegamos em junho, data do lançamento do modo história cinemático de Street Fighter V.
O fato do jogo ter sido lançado sem um modo história e sem um modo arcade apropriado desgastou bastante a imagem do jogo no seu lançamento. E eu acredito que tenha afastado um público que a Capcom queria trair de inicio que eram os casuais.
Sério, eu curto muito Street Fighter e até aprendi a jogar bem ao longo dos anos, mas sem um modo Arcade não dá. Por mais que o netcode do jogo seja ótimo, não da eu preciso de mais coisa pra fazer do que jogar online.

Parece que meus problemas estão acabando agora. Eu acredito que Street Fighter V será um jogo 80% completo depois do lançamento desse modo.
Será possivél até jogar com os personagens de dlc que ainda não foram lançados, Urien, Balrog e Juri. Porém a loja do jogo finalmente vem com tudo e agora os personagens terão que ser devidamente comprados, seja por Fight Money (dinheiro do jogo, que você ganha por ganhar lutas ou completar desafios) ou com dinheiro de verdade mesmo. É pessoal acabou a mamata.
A Capcom Unity até divulgou uma tabela de preços, mas apenas em dólar e euros. Eu chuto que cada personagem deve sair uns quinze reais pra gente aqui.

Então, será possível jogar com os personagens dlc nesse novo modo, eu gostei muito de ouvir isso é bem bacana ter a história toda sem ser prejudicada por falta de um personagem dlc. Então pontos positivos pra capcom. Apesar de que não tem pontos positivos o suficiente pra pagar pela morte de Mega Man e por nós fazer passar pela novela que tá sendo o Mighty No.9.E isso me fez pensar que tem altas chances de termos pequenas atualizações desse modo história para cada nova season, já que mais personagens novo vão chegar e eles devem ter um espaço na história também, já que esses primeiros dlc tem, e isso não é muito comum. Fica ai a esperança.



Por fim ainda foi anunciado que eles futuramente vão lançar um vs cpu, um extra mode (seja lá o que isso signifique) e um sistema de desafios diários que vão render fight money.  Uau. Um dia a capcom consegue terminar esse jogo.

No fundo eu entendo o porquê da capcom ter apressado o lançamento do jogo. Por causa da Capcom Cup, pra não ter que fazer mais um ano de USFIV com SFV sendo lançado no meio do ano, no meio do torneio. Mas a má impressão de lançar um jogo pela metade afetou e muito a imagem do jogo como um todo o que realmente é uma pena.

A Capcom vem tentando se redimir e tá ai lançando várias fichas de personagens, alguns novos e outros muito obscuros. Pros fãs mais hardcore é um prato cheio. Mas sendo a capcom nem tudo é perfeito e se você não sabe japonês vai ter ficar esperando bastante até sair a tradução oficial, ou torcer pra que outros fãs traduzam.
Mas as fichas estão muito boas e dão pistas sobre o que cada personagem anda fazendo atualmente e até esclarecem algumas dúvidas antigas lá do Street Fighter II.

No geral, estou bastante empolgado com esse modo história cinemático, primeira vez da capcom e é bem provável que eles copiem de Mortal Kombat. De qualquer maneira estou acreditando que vai ser muito bom. E talvez defina um padrão pra sempre na franquia.

Continuem indo ao encontro do mais forte, e até próxima!


27 de jan de 2016

Aliens Infestation

Desenvolvido por Wayforward e Gearbox Software



O jogo se passa entre os filmes Aliens e Alien 3, e tem a história muito parecida com a do Aliens: Colonial Marines também . 
Um grupo de marines vão investigar a nave USS Sulaco que está à deriva no espaço. E lá chegando você descobre tá cheio de Xenomorfos e que a Weyland-Yutani tá envolvida e tals. Ou seja, aquela história clichê de Alien pra ser usada numa campanha Oneshot de AÇÃO!!! (high five ai para as 3 pessoas que entenderam a piada).

Com um estilo metroidvania (sendo mais metroid do que vania), o game consegue criar uma atmosfera muito boa que remete aos filmes, mesmo com um enredo raso. Usando para esse fim bonitos sprites e animações caprichadas tanto para os protagonistas quanto os inimigos. Além disso, o jogo ainda conta com 19 personagens com diálogos únicos que dão um bom fator replay.


Existe um sistema de usar vários marines durante o jogo que é bastante interessante. Você começa com quatro marines e vai encontrando os outros pelo caminho, que são sobreviventes de algum outro esquadrão que estavam por ali. Todos os marines tem informações bem detalhadas com os nomes,apelidos, idade e história que podem ser acessadas no menu principal do jogo. 
E funciona assim: o jogador controla um marine de cada vez, e somente podem ser trocados nos save points, ou quando um personagem morre e você é obrigado a escolher outro para o jogo continuar. 
Quando um personagem morre, ele não retorna ao seu time, criando assim uma vaga para outro marine que o jogador encontrar durante o jogo ocupe-a.
Em outras palavras cada marine representa uma vida. Se os quatros morrerem é game over. E é melhor não ir se apegando muito aos personagens, Aliens Infestation não é fácil e dificilmente você conseguirá terminar ele com os 4 membros iniciais.


O clássico menu na touch screen
Tanto o menu do seu equipamento quanto o mapa são localizados na touch screen do DS e você pode acessá-los em tempo real. Porém enquanto está se olhando o mapa que convenientemente é integrado ao sensor de movimento que lhe permite detectar os inimigos, não se pode trocar ou recarregar sua armas. E para voltar para o menu de armas é preciso tocar nas bordas da tela, isso é um pouco complicado de se fazer durante um combate. Esse pra mim é o ponto negativo desse menu.
Apesar de eu ter dito ali em cima em trocar de arma, além da pistola que não pode ser desequipada, o jogador pode carregar apenas uma arma de cada vez, que são: uma espingarda, uma metralhadora com lança granadas, um lança-chamas e uma Smartgun ( uma metralhadora mais poderosa). Você pode trocar de arma nos savepoints.
No decorrer do jogo você encontra itens de upgrade na sua arma, cada arma pode ser melhorada um máximo de 3 vezes.
Como só da pra andar com uma arma de cada vez, é melhor sempre escolher a arma que você se adaptar melhor. No meu caso foi a shotgun. Em alguns momentos o jogo lhe exige usar uma arma especifica como o lança-chamas pra queimar umas gosma de Alien para abrir certas portas.
E sendo um bom metroidvania o jogador precisa de vários itens para poder avançar no jogo, como cartões de segurança, cortadores de plasma e até chave dos power loaders.

Déjà vu


Os inimigos são as variadas formas dos xenoformos, soldados humanos, robôs e androides. Os Aliens são de longe os inimigos mais perigosos que você pode enfrentar, são rápidos, resistentes e dependendo da arma que você usar o sangue deles pode jorrar no seu personagem e causar grandes danos.
Para enfrentar os soldados humanos, contamos com um sistema de cobertura parecido com os de Gears of War, Uncharted entre outros.
Na maior parte do tempo,usando do detector de movimentos da pra derrotar vários inimigos sem sofrer muito dano. O que complica são os chefes, que são gigantes e muito resistentes. Durante um confronto com um boss sua munição vai acaba, e a não ser que você seja muito bom jogador, vai acabar perdendo um ou dois marines por chefe. 
Uma coisa legal, que as vezes quando um marine for morto por um xenomorfo ele vai ser capturado. Dando ao jogador uma chance de salva-lo. Mas você terá que ser rápido se não ele acaba servindo de lanche pros chestbusters.



Existem no total três lugares diferentes para se visitar. A cada chefe que você vencer sua equipe viaja para um outro lugar, mas no final tudo termina na USS Sulaco. Em uma parte do jogo você poder vestir uma roupa espacial e andar pelo lado externo da nave, que também está infestada de aliens!
Na parte de exploração na nave, existem vários atalhos e tubulações para se esgueirar a procura de itens ou um caminho alternativo. Com vários momentos que para avançar alguns itens específicos são necessários, é possível marcar alguns pontos de interesse no mapa usando sinalizadores. Você pode até marcar aquele marine que achou legal mas na hora não tinha espaço na equipe.


Com cenários muito detalhados e sprites cheios de vida, e uma jogabilidade bem fluida, Aliens Infestation é um bom jogo tanto para quem curte a franquia como para quem está apenas procurando um jogo divertido pro seu DS.